26 maio 2013

Resenha: Nada é por acaso



Autora: Zíbia Gaspareto - Ditado por Lucius
 Assunto: Livro espírita 
Editora: Vida e Consciência
Sinopse:Este livro conta a história de Marina, uma jovem de ótima índole, que por ambição, acaba aceitando uma proposta, que fugia totalmente de seus conceitos. Isso vai mudar toda sua vida, mas com o tempo, Marina acaba percebendo que Nada é por acaso.













                      "Ventre de aluguel 
                        canal de união 
                       da mãe estéril
                        um filho do coração"









  Este livro me fascinou desde o começo. Foi o primeiro livro espírita que li e fico muito feliz em ter sido ele. Falando nisso, já agradeço à amiga super fofa que me emprestou, obrigada Bárbara. ;) 

  Marina, que estava cansada de ser explorada em seu antigo emprego, resolve se livrar dele e procurar um novo, onde fosse valorizada. Penso que o autor não quis fazer nenhuma crítica, mas é impossível ler sem pensar: como algumas empresas, ainda que pequenas não valorizam seus brilhantes empregados, os dando melhores oportunidades... É algo muito triste que se tornou rotina hoje em dia, graças ao crescente egoísmo capitalista. Em sua busca, consegue uma entrevista em uma renomada empresa de São Paulo. Nesta entrevista, recebe uma proposta inesperada: dar a luz a uma criança que deveria ser o novo herdeiro da empresa de Adele, ou seja, da renomada empresa. A ideia é ser mãe de aluguel de Maria Eugênia, filha de Adele, que é estéril. Marina deveria deitar-se com seu marido e gerar a criança. Uma ideia que gera muita polêmica em nossa sociedade, ainda mais na de alguns anos atrás, como penso que é a do livro, pela série de acontecimentos. 




  Depois de muito refletir e ter sonhos com o espírito de uma moça que pede a ela que aceite a proposta, Marina decide aceitar. Em troca, ganharia a proteção de Adele e um milhão de dólares. Ela aceita pensando que ajudaria a salvar uma empresa, que cairia nas mãos de uma pessoa sem capacidade de administrá-la, resolveria todos os problemas de sua família, e claro, os seus próprios. Analisando seu lado, é uma atitude nobre por pensar no próximo e não somente em si mesma. Como o próprio espírito diz a ela, ela deve seguir as leis do universo, não as leis dos homens. As leis do universo são sábias e cooperam para o bem de todos, enquanto a dos homens ainda não chegou a este nível.

  Esta decisão muda completamente a vida dos personagens. Então o leitor passa a ver mais de um caminho, os capítulos se alternam, mostrando cada lado da história. O casal: Maria Eugênia e Henrique, e a vida de Marina. A leitura é gostosa, você sempre quer saber o que acontecerá, o motivo dos acontecimentos, por que tal personagem tomou determinada atitude se antes se exibia de outra maneira... Mas o mais legal é que no final tudo isso se encaixa, todas as respostas aparecem, as histórias se entrelaçam, e percebemos, sem sombra de dúvida, que nada é por acaso.

  A parte do espiritismo se faz mais presente da metade para o final, assim como em Ninguém é de Ninguém. E nossa... É encantador. Repito o que já disse antes, se você é uma pessoa de outra religião ou ateu, sem preconceitos, leia e encare como ficção, vale muito a pena. Há lições de vida valiosas e uma trama muito bem construída. E repito o que já disse em relação a Ninguém é de Ninguém: parece real, eu não consegui ler pensando que de algum modo, aquilo não houvesse acontecido. A escrita é tão boa, tão envolvente... É incrível, e é impossível ler sem se envolver com os personagens. 
  
  Um ponto muito bem trabalhado no livro, que fica bem claro para os leitores, é que a vida trabalha para o bem de todos, ensinando nos momentos precisos e presenteando também. Então, por mais que a situação pareça ruim, na verdade, não é, pois um dia, você verá algo que lhe fará entender o motivo de cada coisa e aprender com aquilo. Deus nos ama e quer nos ver felizes, então planeja para que tudo no universo trabalhe a nosso favor, independente de quem somos ou fazemos, sempre há o perdão e a chance de recomeçar. É uma lógica espírita. Concordando ou não, vamos refletir, é interessante, não é mesmo? Outro é a questão das decisões que temos que tomar em determinadas situações. Esta questão do acordo, faz com que nossos personagens tenham que tomar várias decisões que envolveriam consequências. E também, como nossas decisões, trazem problemas ou "prêmios". 

   Uma questão que adorei e me fez aprender muito, foi a questão da traição e do perdão. Nossa, consegui ver a mim mesma num dos personagens. É engraçado, como nosso orgulho é ferido por atos, situações e como perdoar pode se tornar difícil, quando não somos nós que precisamos do perdão. Como é difícil entender o outro e perdoar. Ainda que ele tenha melhorado, algumas marcas do passado ainda podem doer e ser lembradas mesmo com o tempo. Por quê? Talvez porque o perdão não tenha sido verdadeiro. Porque só dizer "eu te perdoo" e continuar não muda o que aconteceu, muito menos apaga aquilo do coração de quem sofreu a "falta". E então passamos a querer que o outro, ainda que se mostre arrependido, sofra como sofremos, que ele seja atingido, porque nos atingiu. Como fazemos isso? Algumas pessoas com os mesmos atos, outras com gelos e outras lembrando aquilo que aconteceu para provocar brigas e um "exame de consciência doloroso no outro". É aquela questão: temos níveis e tempos diferentes de evolução, e somos criados em diversos tempos, então, por que eu, que estou há mais tempo aqui para aprender, ou evolui mais, devo julgar meu irmão que ainda está começando sua caminhada, se nem sei se cometi os mesmos erros que ele em outras vidas? É a mesma situação que vemos quando um universitário pede a uma criança no jardim de infância que saiba o mesmo que ele. Injusto, não é? Então, porque não posso perdoar e devo ser dura se há um tempo atrás eu talvez tivesse a mesma atitude daquele que me magoou? Não somos perfeitos, não nascemos assim, e o aprendizado leva tempo e muito, muito esforço.

  Essas lições vieram para a minha vida na hora certa, em que eu mais precisava. Com uma simples leitura de uma história que eu nem conhecia muito a respeito até ler, consegui superar desafios que a vida me dava e adquirir maturidade em relação a situações que geralmente não compreendemos, ou nos revoltam.
  Se eu pudesse, diria pessoalmente ao Lucius e à Zíbia, muito, muito obrigada mesmo. Pois com suas histórias, muitas vidas se iluminam e aprendem, conquistando um conforto para a alma e a coragem para o futuro.




Trechos: 


"A vida tem leis perfeitas que determinam o equilíbrio do universo. Ela criou o homem com destino a felicidade, mas determinou que esta conquista fosse feita com esforço próprio, a fim de que o homem valorizasse suas vitórias. "


"Tudo na vida depende do modo como você olha. Todas as situações têm vários lados. São suas crenças que vão determinar como você vai lidar com elas. Agora, as leis cósmicas são perfeitas e vão agir com a verdade, independentemente das ilusões. "


"A vida nunca pune. Ela ensina do seu jeito. Sinaliza de diversas formas, tenta advertir as pessoas provocando situações nas quais ela pode perceber a verdade, mas para os resistentes, que se acomodam e não querer mudar, ela permite que colham os resultados de seus enganos para que aprendam o que já estão maduros para saber. "


"Conhecer e aplicar as leis cósmicas significa ir pela inteligência e sofrer menos. Quem percebe os primeiros avisos da vida retifica seu caminho e vive melhor. "


"Observando a vida, Ela nos fala por sinais e prende-se experimentando. É preciso estar atento. Um acidente, um fato desagradável, pode ser uma advertência. Uma desilusão é a visita da verdade tentando restabelecer o equilíbrio. "


"É valorizar a falta em vez de agradecer o que já tem. É viver relacionando o que falta. Aí sempre há uma passividade, em a pessoa não acredita que merece coisa melhor ou não capaz de progredir. A pobreza tem vários aspectos e age em cada um de acordo com suas necessidades." 


"Para os acomodados, os depressivos, os que se julgam menos e até os que acreditam que ser pobre é ganhar o céu, a vida vai apertando o cerco, tornando a situação cada vez mais difícil, para provocar uma reação que as obrigue a rever suas crenças e procurar novos caminhos. "


"É preciso olhar além do que parece. Há pessoas instruídas, com boa escolaridade, que não conseguem nem se sustentar, enquanto outros sem nada disso, têm uma vida melhor. Claro que a instrução é importante, mas não é tudo. O mais importante é saber aproveitar as oportunidades. Se você observar a vida de uma pessoa que obteve sucesso em todos os aspectos perceberá que ela nunca perdeu uma boa oportunidade. Nunca teve medo de ousar, de mudar e procurar aprender. "


"Com vontade de progredir financeiramente uma pessoa pode fazer coisas erradas. Como avaliar? Ao analisar uma situação, devemos perguntar: essa atitude vai trazer beneficio para todos os envolvidos? Se a resposta for sim, pode aceitar sem medo. Caso contrário, se prejudicar alguém, não aceite." 








  Resenha por mim como postadora no blog Flor de Lis.

Beijos açucarados.




6 comentários:

  1. Oi tudo bem?
    Já livros que envolvam o "lado espírita",é super d+(ruim que não conheço muito da religião) e por isto as vezes não entendia muito do livro que lia,tive várias vezes perguntar à minha prima(que é espirita) para "pescar" a história ^^.
    Acho super d+.
    Esta história me interessou,mas gostei mais a do outro livro que resenhou.Apesar de qualquer leitura ser ótima.
    Ficou ótima a resenha e poderia pedir por favor,por favor me conta como termina? haha,acho que não...terei que ler mesmo.
    ótimo início de semana,bjus
    Tamires C.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada. haha.. Para vc também.
      O final é incrível, realmente vemos que nada é por acaso...
      É melhor ler, se não perde a magia.
      Beijos.

      Excluir
  2. Já li esse livro e como eu amei, e os outros da autora também são bons.
    Ana.
    http://umlivroenadamais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá! Tudo bem?
    Estou passando para te visitar, conhecer um pouquinho mais do seu blog e dizer que também estou participando do nosso Amigo Secreto.
    Parabéns pelo seu blog. Adorei!
    Beijos!

    Café com Leituras!
    http://cafecomleiturasneriana.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Comentem à vontade, reflitam bastante, se divirtam e suspirem. Por favor, respeitem as seguintes regras:

-Os comentários devem se referir ao post em questão.

-Comentários que só contém divulgação de blogs estão proibidos. Se quiserem, comentem e deixem o link do blog no final. Sempre respeitando, o espaço alheio.

Muito obrigada e voltem sempre.

.
© Reflexão Literária - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: Vivian Pitança.
Tecnologia do Blogger.