22 maio 2014

Resenha: O Caminho da Paz






Autor: Mahatma Gandhi

Editora: Gente
Páginas: 95 
Assunto: Mensagens de Gandhi, Religião, Deus, Paz, Amor...
Sinopse: “A vida é uma prece contínua, um ato ininterrupto de lou­vor.”
Uma das figuras mais influentes do século XX, Mahatma Gandhi foi um líder revolucionário não apenas na política, mas também na filosofia e na religião. Foi pela força de sua devoção a Deus que ele recebeu o título de Mahatma, que significa Grande Alma, e continua a ser reconhecido por milhões de pessoas como um grande conhecedor da alma humana. Este livro explora as profundas reflexões de Gandhi sobre tudo aquilo que é mais importante em nossas vidas: a verdade, o amor, a fé e a prática do bem. Leitores de todos os credos encontrarão sabedoria e inspiração nessas muitas mensagens do homem que lutou pela paz e pela independência da Índia. Gandhi acreditava na validade de todas as religiões, pois todas representavam o Deus único e superior, criador de tudo e força geradora da vida. Encontre as respostas e viva a paz do divino que há dentro de cada um de nós. 









O Caminho da Paz



        O Caminho da Paz é um livro que traz uma série de reflexões de Gandhi, em suas palavras. Um livro que dialoga sobre o amor, a fé, a vida e Deus. Foca na resolução da vida através da fé, de um sentido de verdade, que nos leva a seguir bem a vida. Gandhi, como sabemos, foi um grande líder, que fez movimentos pela paz entre religiões e pela independência da Índia. De sua história e de poucas palavras suas que já vimos por aí, já tiramos que seus textos possam conter grande força e sabedoria. E este livro não nos decepciona. Gandhi conta como, através da fé, conseguiu se fazer forte para passar por todas as provações pelas quais teve que passar, e como pôde sentir Deus com ele. E o que ele nos passa é justamente o modo como levou a vida e que acredite até o momento da escrita, que se valha levar. E daí vem que o livro seja divido em quatro partes: Base Intelectual, Disciplina Moral, Prática Espiritual e Experiência Espiritual. 





"Um homem sem fé é como uma gota extraída do oceano e cujo destino é simplesmente secar."



          Logo a princípio, nos é apresentada uma ideia que tira o preconceito que há de religião para religião. O autor segue o hinduismo, que possui vários deuses. Mas para ele, só há um Deus maior, que representa tudo, e este deus não escolhe nome, podendo ser chamado de várias formas, de acordo com o coração de cada um. O que pode passar a mensagem de que apesar da óptica dele ser mais ligada ao Oriente e à sua cultura, ele não discorda da óptica ocidental, cristã, em suas diversas ramificações. E só ai, já há uma grande lição de tolerância e compreensão. Afinal, por que Deus deixaria de atender alguém por que o chama de modo diferente? Seria presunçoso supor que o certo só significa a visão de tal ou qual religião. E Gandhi se sai muito bem ao propagar o respeito, a compreensão das diferenças e a importância da fé. 




"Cada um de nós deve aprender a se manter de pé sozinho. Somente Deus é nosso guia infalível e eterno."



         E por isso mesmo, é fácil ver muito do que se propaga por aqui, nas ideias de Gandhi, em outras palavras. O livro possui, na verdade, 90 páginas escritas. E quanta riqueza há por trás de cada mensagem! Você lê um parágrafo, e dele saem diversas reflexões sobre o que já viveu e pensou. Pequenas frases deste livro abem espaço para muitas interpretações. É quase... universal, quando o assunto é religião. E ainda assim, parece uma visão desmistificada, que traz muito que possa possibilitar uma vida melhor. O conceito de verdade, como o que vem da consciência, o conceito de Deus, para ele, o sentido das ações e das condutas... E não se engane você pensando que aqui há um discurso pesado e extremamente moralista que condena aqueles que discordarem do que ele prega. Não, não há nada disso. Ele apenas diz o que acredita. E a humildade das palavras dele é incrível! Em nenhum momento ele se coloca como dono da verdade, divulgando ideias e julgando aos outros. Não, ao contrário do que muitas religiões fazem por aí... E é exatamente por isto, que apesar do livro falar sobre a vida com presença divina e conceitos que fazem parte disso, o diálogo não fica chato, massante e muito menos irracional. O que encontramos nestas poucas páginas é simplesmente O Caminho da Paz.

        Com mensagens profundas a respeito de Deus, da vida, do amor (principalmente do amor ao próximo), do controle sobre si mesmo, da persistência e da fé, e de tudo mais que há de maravilhoso, ao ler este livro, passamos a ver a vida de uma óptica melhor. Nos fortalecemos, crescemos... E acredito que por mais que passasse o restante da noite escrevendo esta resenha, não conseguiria explicar em palavras, tudo o que Gandhi nos demonstra neste livro em tão poucas linhas. Por isso, só recomendo que passem por esta experiência única e transformadora, capaz de regenerar e encher corações de amor e de fé, se cada leitor permitir.




"Como já foi dito por Ralph Waldo Emerson, 'Mesmo as dores e as tristezas dos homens bons contribuem para sua felicidade, enquanto até mesmo a riqueza e a fama dos homens ruins causam tristeza a eles e também ao mundo.'"










Curta a fanpage da Editora Gente e fique por dentro das novidades!!

Boas leituras!

















Um comentário:

  1. Oie, tudo bom? Gostei muito da sua resenha e ela me deixou curiosa para ler esse livro. Acho que o Gandhi é importante para a união do mundo porque ele não separa pela religião. Ele tem fé e prega isso independente de igreja.
    Beijos!
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Comentem à vontade, reflitam bastante, se divirtam e suspirem. Por favor, respeitem as seguintes regras:

-Os comentários devem se referir ao post em questão.

-Comentários que só contém divulgação de blogs estão proibidos. Se quiserem, comentem e deixem o link do blog no final. Sempre respeitando, o espaço alheio.

Muito obrigada e voltem sempre.

.
© Reflexão Literária - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: Vivian Pitança.
Tecnologia do Blogger.